Prêmio Cidadão Voluntário
 
Nesta segunda-feira (26), às 19 horas, no Plenário Cosme de Farias aconteceu a sessão especial para a entrega do IV Prêmio Cidadão Voluntário - Santa Casa de Misericórdia da Bahia. Instituído pela Câmara Municipal de Salvador, o evento teve como objetivo homenagear os cidadãos que se destacam por realizar ações voluntárias com fins culturais, cívicos, educacionais, científicos, recreativos ou de assistência social em Salvador.

Homenageados - O processo de seleção é conduzido por comissão especial, composta por um representante da Santa Casa de Misericórdia, da Câmara Municipal, do setor privado, da sociedade civil e da Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes).

Este ano, a comissão indicou para a premiação Durval Freire Oliviere, do Rotary Internacional; Liliane Maria Souza, presidente do Santuário Luz e Vida; Pedro Hamilton Macedo, fundador presidente do Núcleo de Atendimento à Criança com Paralisia Cerebral (NACPC); Lise Weckerle, vice-provedora da Santa Casa de Misericórdia; Nildete Sampaio de Souza, presidente da Creche Escola e Orfanato Mãe Nildete; Ilca Santos de Carvalho, presidente da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de Salvador (APAE); e Post Mortem Irmã Dulce, fundadora das Obras Sociais Irmã Dulce.

Nome do prêmio – O nome do prêmio é uma referência à Santa Casa de Misericórdia da Bahia, primeira instituição de caridade deste município, que foi idealizada e inaugurada por Thomé de Souza, juntamente com a Câmara Municipal, no ano de 1549.

“Tudo aquilo que realmente vale a pena ser feito, é o que fazemos pelos outros”

 
 
 
Todos os textos e imagens apresentadas nesta Home Page pertencem ao acervo do Núcleo da Criança com Paralisia Cerebral, e, portanto, ficam proibidas a cópia do conteúdo textual e/ou utilização de imagens sem autorização formal da Organização NACPC. Esta solicitação respalda-se na Lei de Direitos Autorais No 9.610,
de 19 de fevereiro de 1998, da Constituição Brasileira.