POVOS ÍNDIGENAS: TRIBO KARIRI – XOCÓ VISITA O NACPC
   
Um dos eixos temáticos do Projeto Mãe África é a formação da sociedade brasileira que contou com a contribuição de três povos distintos: o branco europeu, o negro africano e o índio que habitava o litoral brasileiro.

Para promover a relembrança da história do povo indígena, sua cultura e os reflexos sobre a vida dos brasileiros, garantindo a cidadania e a igualdade racial, é preciso que modifiquemos o ensino-aprendizagem para que tenhamos um resultado eficaz, valorizando conhecimentos dessa cultura.


Para alcançar essa meta, recebemos aqui no Núcleo da Criança com Paralisia Cerebral, nos dias 28 e 29 de abril, a visita dos índios da tribo Kariri Xocó, de Alagoas, com o objetivo de abrilhantar e enriquecer as nossas atividades fortalecendo o aprendizado através de pequenas palestras sobre a realidade atual dos povos indígenas, danças, cantos sagrados e exposição de objetos variados construídos pelas pessoas dessa tribo.

Segundo Benedetto Croce “A cultura histórica tem o objetivo de manter viva a consciência que a sociedade humana tem do próprio passado, ou melhor, do seu presente, ou melhor, de si mesma”. É por isso que se faz necessário esse pequeno resgate para se conhecer o passado, compreender o presente e, conseqüentemente, modificar o futuro.

 
 
 
Todos os textos e imagens apresentadas nesta Home Page pertencem ao acervo do Núcleo da Criança com Paralisia Cerebral, e, portanto, ficam proibidas a cópia do conteúdo textual e/ou utilização de imagens sem autorização formal da Organização NACPC. Esta solicitação respalda-se na Lei de Direitos Autorais No 9.610,
de 19 de fevereiro de 1998, da Constituição Brasileira.